Dica de documentário: Minimalism

O que é uma pessoa bem sucedida para você? Provavelmente você respondeu: alguém com um bom emprego, recebendo um bom salário e dono uma casa grande, um carro do ano (de preferência importado) e um padrão de vida classe A.

Se essa foi sua resposta, está na hora de assistir o documentário Minimalism – A documentary about the important things (Minimalismo – Um documentário sobre as coisas que importam).

Minimalism 1

O doc gira em torno da dupla Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, conhecidos pelo seu projeto The Minimalists, que através de seu website, livros, redes sociais e podcasts já influenciaram mais de 20 milhões de pessoas ao redor do mundo a repensarem o consumo.

A história de ambos é de superação. O verdadeiro sonho americano. Os amigos tiveram infâncias difíceis, mas deram a volta por cima e se tornaram bem sucedidos (no senso comum da palavra). E quanto mais dinheiro ganhavam, mas acumulavam coisas. Até perceberem que ter muitos objetos não era tão essencial assim. E desapegaram.

Cada vez mais perceberam que viver com menos não é tão difícil assim. E que quanto mais temos, mais sentimos necessidade de acumular. Se deram conta de que ir contra o sistema de “comprar – usar – enjoar – comprar” era possível. E tornaram isso seu estilo de vida.

Ter uma casa grande é o sonho da maioria da população. Mas e de que adianta ter uma e não usar a maioria dos cômodos? Uma residência menor pode acomodar o mesmo número de pessoas, contanto que elas acumulem menos. Dessa forma, reduzimos tanto o impacto ao ambiente, quanto os gastos.

Alguns casos apresentados chamam muita atenção no documentário. E vou comentar dois deles por aqui.

Minimalism 2

Colin Wright trabalhava na indústria musical de Los Angeles e sonhava conhecer o mundo. Mas percebeu que nunca tinha saído dos Estados Unidos. Sua rotina era trabalhar para acumular bens. Até o dia que decidiu mudar de vida.

Eliminou seus objetos até caberem em duas malas de mãos, e conforme se desfazia dos itens, via que eles não eram necessários como pensava (ou foi levado a pensar). Criou um blog, começou a viajar e hoje não tem residência fixa. Aluga apartamentos e quartos ao redor do mundo, realizando seu sonho de ser um “full time traveler”.

No começo deixou alguns objetos para trás, que não tardou em se livrar, porque não sentiu falta, ou os imaginou sendo úteis em algum momento de sua nova vida. Hoje pensa que muitas pessoas bem sucedidas têm dinheiro, mas não felicidade.

Minimalism 3

Uma das indústrias mais afetadas pelo consumismo foi a moda. Se antigamente eram trabalhadas duas coleções por ano, hoje as redes de fast fashion chegam a 52. Isso não só faz as pessoas gastarem mais, como gera um lixo imenso para o mundo. Algumas grandes marcas chegam a rasgar as roupas depois de uma semana na arara, para as pessoas não comprarem por valores menores, ou alguém encontrar no lixo e vestir.

Em 2010 Courtney Carver decidiu fazer um detox em sua vida e viu que o cômodo de sua casa onde mais acumulava coisas era o closet. Começou a mudança por ai e criou o Projeto 333.

O desafio era vestir apenas 33 itens (incluso roupas, acessórios e calçados), durante 3 meses. Ao fim dos 90 dias, viu que as peças paradas não faziam falta. E reduziu seu guarda-roupas ao máximo. A ideia foi muito difundida e até hoje replicada e compartilhada.

O mais assustador para Courtney foi ver que as pessoas não percebiam que seu guarda-roupas era limitado e, portanto, ter muitos itens era desnecessário.

Todo o documentário é muito bem construído, mas os fatores que mais ficam claros são a coletividade, uma necessidade cada vez maior na sociedade atual, e a consciência – devemos amar pessoas e usar coisas, e não o contrário – essenciais para impactar a sociedade e se criar um novo propósito.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s