Cotton Project e a moda além das tendências

Cotton ProjectCasa de Criadores- Inverno 2016Agencia FotositeQue a moda é um mercado bilionário, que precisa se renovar a cada seis meses, todo mundo sabe. E não, isto não é errado. Milhões de empregos e toda uma indústria depende de tendências e novidades tecnológicas para sobreviver. Claro que isto não justifica algumas atrocidades que vemos, como a indústria desumana da Ásia, alimentada basicamente pelo fast fashion. E falando nessa moda rápida, cada vez mais vemos (e já venho falando por aqui), uma alta do slow fashion.

O slow fashion seria justamente o oposto disso. É uma retomada dos antigos hábitos, comuns no tempo da minha avó, de escolher uma roupa pela qualidade e durabilidade, ao invés de optar por algo praticamente descartável. E essa maneira de ver a moda está ajudando a revolucionar o mercado como um todo. Ao invés de comprarmos peças com tecidos baratos e modelagem datada, optamos por peças atemporais que, muitas vezes, transcendem até mesmo a questão de gêneros e vestem tanto homens quanto mulheres.

Ao me aprofundar nas pesquisas desse mercado, me deparei com a brasileira Cotton Project. A marca preza pelo básico com estilo e a matéria-prima principal é o algodão (que tem uma durabilidade incrível). O hedonismo, tradicional em países como a Itália, passa a ser objeto de desejo de clientes de marcas que buscam o bem vestir, mas sem a paranoia de estar dentro das últimas tendências lançadas sabe-se lá em que lugar do mundo. Nosso tempo é valioso demais para gastá-lo se preocupando no look do dia.

Cotton ProjectVivemos em um momento de crise econômica, onde precisamos repensar nossos hábitos de consumo, pois não sabemos como será o futuro próximo. E, cá entre nós, excesso não combina com tempos assim. A qualidade passa a se sobressair sobre a quantidade. O acabamento é mais importante que o modismo. Um tecido que durará duas, três, quatro temporadas, é mais importante que a estampa que em seis meses não vai servir para enfeitar mais nada, além de um pijama feito com a roupa usada.

O que torna a peça valiosa? O tempo que a usamos, as possibilidades de composição que ela nos dá ou a modinha usada pela fulana de tal em alguma novela? Não, eu não sou contra modismos. Porém, acho importante repensarmos as porcentagens dos nossos armários que estão dentro disto.Cotton ProjectE é quando nos questionamos desta maneira que nos damos conta de que uma peça de roupa não é apenas um pedaço de tecido para nos enfeitar. Ela vai além. É através dela que nos expressamos. E dai a importância de reconhecermos, desenvolvermos e investirmos no nosso estilo pessoal. Sabendo reconhecer esta palavra chave (se somos românticos, urbanos, modernos, clássicos, criativos…) nossas compras se tornam mais acertivas e sabemos que o nosso básico não é necessariamente aquele imposto a todos por editoras de revistas e blogueiras que nunca nos viram antes.

Cotton ProjectPara mim o grande acerto de uma marca como a Cotton Project é a possibilidade de criarmos uma base com essenciais, mas sem deixar o guarda-roupas com aparência de velho. As tendências são, sim, trabalhadas, mas não só isso. A estampa usada para uma coleção pode facilmente ir para a próxima sem parecer taxada. Não existirá a preocupação de um lançamento destoar de todo o resto proposto pela etiqueta até então, fazendo os clientes jogarem tudo fora e buscarem renovar todo o guarda-roupas.

A Cotton Project é apenas um dos muitos exemplos de que a moda depende das tendências como mercado, mas vai além delas em sua essência. Busque o que realmente goste, invista no que vale a pena e seja feliz com a roupa que te cobre. Afinal, ela mostra ao mundo que é você.

Abaixo, veja fotos do desfile da Cotton Project na Casa de Criadores. Os créditos são da Agência Fotosite.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s