Galeria em casa: você vai querer a sua

AbreEu sou da época que era legal ter mural em casa. Claro que na adolescência nós amamos juntar papéis, recortes, imagens, até papel de bala e grudar em algum canto. Minha maior frustração foi a experiência com um feito de lata, que segurava as folhas com ímã. Batia um ventinho e voava tudo. Mas o tempo passou e hoje em dia o bacana é ter sua própria galeria.

Ao longo da vida compramos quadros, recebemos cartões postais, encontramos gravuras que brilham os olhos. E se ao invés de espalhar tudo pela casa, que tal você fazer a sua própria galeria? É fácil e você não precisa gastar fortunas. Quer saber como? Vem comigo!

Organize soluçõesPrimeiro, organize e encontre soluções. De nada adianta comprarmos e acumularmos imagens se não sabemos o tamanho da nossa parede e a área disponível. Até por isso indico fazer a sua galeria quando tiver o suficiente para preencher um espaço significativo.

Se você já tiver as imagens, antes de sair furando parede ou prendendo, pegue todas as suas imagens, meça e recorte cartolinas no mesmo tamanho. Comece a colá-las na parede e organize até que esteja numa disposição agradável para depois. Então, pegue os quadros e gravuras e preste atenção para manter a mesma ordem na hora de prender. Lembre-se: você verá a galeria todos os dias, portanto, precisa gostar do visual.

A parte de soluções inclui o seguinte: moro de aluguel e não posso furar a parede… Não quero estragar a minha parede com pregos e parafusos… Prefiro disposições criativas. Por necessidade ou preferência, encontre maneiras criativas de dispor sua galeria na parede. Pode ser pendurada com grampos, apoiada em móveis, em forma de varal. Deixe sua criatividade fluir.

GravurasNem só de quadros e gravuras é feita uma galeria. Aquele recorte de revista, um convite especial que recebeu, uma lembrança especial de uma viagem. Tudo isso ajuda a personalizar e deixar o espaço mais interessante. Misture elementos que deixe a proposta com a sua cara, como se fosse o mural da adolescência, mas com um pouco mais de organização e seleção. Lembre-se: você será o galerista da sua casa e a triagem toda será por sua conta.

TemaSe preferir, seja temático. Na cozinha, imagens de pratos inspiradores, receitas, quadros negros para escrever o menu do dia. No canto dos seus discos, quadros com seus cantores preferidos… Tudo depende do seu universo. Com um foco, será bem mais fácil de escolher as imagens e mais fácil de os visitantes entenderem aquele monte de referência junta.

CriançasTem crianças em casa? Que tal se, além de quadros temáticos do universo da decoração, você incluir desenhos feitos por elas? A disposição é simples e não precisa ser muito organizada. E a forma de pendurar depende da sua preferência. Tem quem prefira emoldurar, para ficar mais elegante, tem quem goste de prender com o varal. Seja qual for a escolha, os pequenos vão adorar.

Pé direitoBrinque com a arquitetura da casa. Com o pé direito alto fica bacana usar vários quadros grandes. Se uma parede for muito longa, misture quadros, gravuras, fotografias em porta-retratos pendurados. Aproveite as características do seu espaço e use isso a seu favor.

Gastando muito ou pouco, a galeria dá um efeito bacanérrimo no dècor. E usando a criatividade, imprimindo sua personalidade no local, não tem como ficar feio. Enjoy!

Advertisements

One Comment Add yours

  1. J’aime ton style! Vous êtes tellement à la mode!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s