Presentes: não serviu ou não gostei, e agora? #Repost

Presentes trocaEsse é um repost do meu antigo blog, o It. É mais um serviço, que acho ser muito útil nesta época do ano. Afinal, é super normal ganharmos aquele presente que não serviu, ou que não gostamos. Em primeiro lugar, acho interessante dar a dica sobre como agira quando a lembrança não nos agradou. É super deselegante dizer que não gostou, portanto, o ideal é ficar quieto na hora. No caso de uma roupa, pode-se entrar em contato com quem te deu um dia depois, dizendo que não ficou bem no seu corpo, ou muito justo, ou muito largo. Se for um objeto para casa ou algo do tipo, não se tem muito jeito. Ou guarda, ou passa pelo apuro de pedir onde pode trocar, porque já tem algo muito parecido em casa. Quem presenteia, se não tiver muita intimidade e plena certeza de que vai arrasar, a sugestão é sempre dizer onde comprou e avisar que pode-se trocar.

Agora, vamos para uma das partes mais complicadas, a troca na loja. As lojas não são obrigadas a trocar mercadoria sem defeito. Portanto, se a roupa não serviu, ou você não gostou do modelo, da cor. estampa, vai depender da política do estabelecimento para que a troca ocorra ou não.
Embora não seja dever, a maioria das lojas efetua a troca. Geralmente o prazo dado para esses casos é de 30 dias (mas varia de estabelecimento para estabelecimento), enquanto os produtos defeituosos, têm o prazo de 90 dias.

A troca se tornou uma estratégia de vendas para a loja, que sabe que um cliente que vai efetuar uma troca, pode acabar levando outro produto mais caro, que lhe agrade mais.

As trocas aos sábados – no caso de produtos sem defeito – é polêmica. Muitas lojas não as efetuam nesse dia. Segundo o Procon a loja tem esse direito, já que o estabelecimento a faz por livre vontade. Já as mercadorias com defeito podem ser trocados aos sábados, segundo o Código de Defesa do Consumidor.

Quem fez as compras pela internet, tem um direito extra. O comprador pode desistir da compra em até uma semana após o recebimento do produto. É o chamado direito de arrependimento. Isso existe pois, como o consumidor fez a compra fora do estabelecimento, não viu o produto pessoalmente e, portanto, tem o direito de troca, caso ele não atenda as expectativas.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s