Esse tal de normcore

É uma tendência, mas mais ainda, um estilo de vida. Sabe aquelas pessoas que não se produzem nada, mas tu olha pra elas e parecem super estilosas? Pois elas vivem naturalmente o Normcore. Seus looks são compostos por peças básicas, sem muitos acessórios e com cara de “I don’t care” para o visual. Algo assim:

Normcore men 4

Durante muito tempo o termo hipster definiu pessoas antenadas na moda. Ganhou tanta força que seus elementos básicos, como óculos de sol de armação retrô, homens com barba mal feita (ou muitas vezes grandes), e a paixão pelo antigo, se popularizaram demais e se tornaram ultrapassadas. Para muitos o movimento chegou ao fim.

Daí que, ao contrário do hipster, a atitude normcore é ser diferente no meio da multidão, sem fazer um estardalhaço fashion para ser notado. Como “mestres” do movimento estão o presidente americano Barack Obama e o criador da marca Apple, Steve Jobs. O pouco cuidado com o que vestem, sempre apostando no básico, os tornaram ícones.

Além de evitar o chamativo, apenas usar peças confortáveis, e não seguir a moda e sim vestir o que gosta ou talvez nem pensar sobre o que está vestindo são características do normcore. O fenômeno normcore foi identificado por uma empresa de previsão de tendências chamada K-Hole e , em seguida, apareceu na “New York Magazine” em fevereiro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Mas fica a dúvida: quem realmente é normcore e quem apenas está querendo usar do estilo para estar “na moda”? Acredita-se que, assim como o hipster, não demora para a tendência se disseminar. Muitos questionam se vale a pena as marcas brasileiras investirem no estilo, sendo que o pessoal por aqui gosta de um certo exagero.

Porém, analisando friamente, é o momento certo para o normcore dar as caras. Com o mercado geral em crise, as vendas de roupas tendem a cair e, convenhamos, nenhuma marca deseja produzir peças e mais peças que fiquem encalhadas, porque ninguém quer comprar uma tendência super exagerada. Vamos esperar pra ver se pega ou não.

Mas e pra ser normcore, como faz?

Normcore men 3Basicamente o normcore tem algumas “peças chave” que, quem quiser aderir, pode dar um jeito de conseguir. Vamos lá:

  • Começamos pelos pés. Sim, o modelo bizarro de sandália Birkenstock, que durante muito tempo esteve sumido e foi brega, voltou e todo normcore que se preze deve ter um.
  • Peças lisas ou com estampas mega discretas. Nada de xadrez, bigodes e outros desenhos da tribo hipster, hein? Tem que ser basicão.
  • Modelagens grandes. Nada justo, como os hipsters (parecem tribos rivais, né?). Aposte na boa e velha camisa enorme, tipo anos 90, ou no jeans reto. Nada que seja desconfortável entra no armário de quem segue o normcore.
  • Pouco ou zero acessório. No máximo uma correntinha, relógio ou um óculos de sol. Nada de usar tudo de uma vez, claro.
  • Cores neutras. Pode usar laranja? Até pode, mas não é o ideal. Um normcore que se preze fica na cartela básica de preto, branco, laranja e um marrom, no máximo.

Mas a principal dica dessa tendência, creio eu, é: seja você. Se, assim como eu, o normcore não te agradar, simplesmente ignore e continue usando suas estampas, roupas exageradas e calças justas. O que importa é ter um estilo que te faça feliz.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s