Orgulho x ostentação

Mc Guimê ostentaçãoDesde que se tornou uma categoria do funk, a ostentação é foco de diversas conversas e virou uma das expressões mais faladas do país. Se fala tanto, tanto, mas tanto essa palavra, que já se confunde orgulho com ostentação.

Isso mesmo. Orgulho, aquela sensação que todos sentimos quando conquistamos algo bacana, que desejamos compartilhar com as pessoas, seja numa conversa formal ou em uma rede social, virou ostentação. Não se pode mais falar algo que soe como “vantagem” que vem a confusão de achar que se está ostentando aquilo.

É importante saber diferenciar. Por exemplo, se depois de muito trabalhar e juntar dinheiro uma pessoa comprar um carro, qual o problema dela querer contar ao mundo? E se eu juntar uma grana por quase um ano e quiser fazer uma viagem onde vou torrar toda essa grana e, por curtir tanto, compartilhar isso nas redes sociais, isso é ostentação? Creio que não.

Rei do CamaroteQuem não lembra do fatídico e insano Rei do Camarote? Aquele cara que disse na Veja que chega a gastar R$ 50 mil em uma noite? Isso sim é ostentar. Não o fato de gastar com prazeres, bem pelo contrário. Mas sim, fazer isso para mostrar aos outros como somos bons, como temos grana (ou não) e tentar mostrar uma superioridade. O principal fator da ostentação, ao meu ver, é a insegurança. A pessoa precisa se agarrar ao material para provar que está “por cima da carne seca”. Geralmente essas pessoas passaram por episódios complicados em algum momento da vida e tentam mostrar como superaram.

A ostentação não está na roupa, no carro, na viagem, no cordão de ouro ou no compartilhar com seus amigos. Está na atitude. Em mostrar como se é superior por ter algo, sendo que sabemos que ser é muito mais importante. Humildade acima de tudo.

Ter é bom, todos vamos convir com isso. Quem não gosta de viver com conforto? Ter uma roupa nova ou andar num carro do ano? São pequenos prazeres que a vida nos proporciona. Mas trabalhar quem nós somos, provando para nós mesmos que temos uma estima elevada, acreditamos em nossa capacidade e somos felizes, é muito mais importante do que mostrar aos outros.

Quer ostentar? Ostente cultura. Nisso, eu não vejo mal algum.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s